Cursos Superiores

Cursos Financiados – Tudo o que precisa de saber

cursos financiados

Cursos Financiados em Portugal

A educação não é barata, mesmo com os cursos financiados pelo estado. Com o sistema de ensino gratuito em Portugal, frequentar a escola ou a universidade representa uma grande fatia de custos no orçamento familiar, por entre as propinas, o material escolar, os manuais e, claro, a alimentação ou o transporte. Muitas famílias enfrentam graves dificuldades para poderem garantir a educação dos seus filhos. No entanto, existem ofertas formativas em Portugal que permitem contornar estes obstáculos.

Com o objectivo de formar e dotar os cidadãos nacionais com as melhores aptidões e competências profissionais, o Governo português financia uma série de cursos profissionais, o que faz com que estes sejam 100%  livre de encargos para os formandos.

O objectivo é simples:

  • valorizar os recursos humanos e;
  • aumentar e melhorar a competitividade económica do país, melhorando a suas condições e qualidade e vida.

Existem três tipos diferentes de cursos profissionais financiados, mas todos eles são direccionados para jovens com níveis de escolaridade baixos ou em situação de abandono escolar. No entanto, qualquer pessoa, inclusive quem seja licenciado, está elegível para uma destas ofertas formativas. Por exemplo, os cursos EFA são direccionados para todos os maiores de idade que queiram concluir o ensino secundário. Os cursos CET dirigem-se a todos os que queiram obter uma certificação de aprendizagem de nível 5, enquanto que os cursos de aprendizagem são para todos os jovens entre os 14 e os 24 anos que pretendam concluir o 12º ano por via da dupla certificação.

É certo que estes cursos financiados podem ser encontrados no IEFP, já que este é o organismo tutelado pelo Estado para a promoção do emprego e da formação em Portugal. No entanto, existem outras entidades e instituições de ensino que também promovem cursos profissionais financiados, todas elas certificadas pelo Ministério da Educação.

Cursos Financiados – Bolsas de Estudo

Os cursos financiados não são a única forma de obter formação de forma gratuita e financiada pelo Estado português. Este disponibiliza, bolsas de estudo direccionadas para quem não tem condições financeiras para suportar as propinas universitárias de um curso. Além disso, as bolsas de estudo podem ainda ser financiadas pela própria instituição de ensino ou por empresas privadas.

Para ser elegível para uma das bolsas de estudo do Estado português, é necessário que o agregado familiar não tenha:

  • património mobiliário significativo
  • que o rendimento per capita seja inferior a 6 mil e 700 euros
  • e que a sua situação contributiva esteja em dia.

A partir daqui segue-se um processo de candidaturas, em que são apuradas se o aluno reúne as condições necessárias. É depois, definido o valor da bolsa de estudo atribuída. Este pode variar, mas nunca é menor que o valor da propina paga na universidade. O prazo para as candidaturas às bolsas de estudo decorre erre os dias 25 de Junho e 30 de Setembro.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top